TV Asa Branca G1 Caruaru e Regiao GE Caruaru e Regiao Radio Globo Recife

FINANçAS
por Max Gehringer em 14/09/2013
Como se comportar diante da política de cortes da empresa? Max Gehringer mostra como se comportar em caso de demissão


#
Max Gehringer

Meu caro é o seguinte, escreve uma ouvinte: 
“Trabalhei em uma empresa durante nove anos, foi o meu único emprego, faz alguns meses a empresa foi comprada por outra. Todos os funcionários foram levados a um hotel, onde passamos meio dia sobre os belos planos da nossa nova controladora. Todo mundo bateu palmas e saiu satisfeito, mas menos de um mês depois saiu uma lista de dispensas e eu fui incluída nela, nem a mim, nem aos demais dispensados foi dada uma explicação clara dos motivos, o novo gerente que comunicou a dispensa coletivamente, falou que as mudanças eram necessárias e que não havia nada de desabonador em relação a nos os demitidos, apenas havia sido feita uma adequação de perfil mais condizente com as futuras necessidades estratégicas, conclusão quem ficou não sabe por que ficou, e quem saiu não sabe por que saiu. 
Nas entrevistas de emprego que tenho feito eu venho repetido exatamente o que o gerente falou, porque anotei o que ele disse, mas noto que os entrevistadores não acreditam no que eu digo, só pelo olhar deles da para perceber que eles imaginam que eu estou querendo esconder alguma coisa, eu concordo que esta coisa de necessidade estratégica foi pura conversa fiada, mas mesmo assim não sei o que mais posso responder.”
Vou lhe dar uma sugestão, quando a pergunta surgir tire da bolsa o papel em que você fez a anotação e leia para o entrevistador se ele rir ria também, se ele ficar serio fique seria, e diga que umas das medidas que o novo dono tomou foi de dispensar aleatoriamente um determinado numero de funcionários, antes mesmo que cada pudesse demonstrar o que fazia como fazia, e o que mais poderia fazer. Diga, que você entende que essas medidas são tomadas para dar uma satisfação aos acionistas, que enxergam estas dispensas coletivas um sinal que o novo dono esta preocupado com o aumento imediato da rentabilidade, diga tudo isso num tom sereno, sem demonstrar magoa ou rancor, um entrevistador inexperiente ou desconfiado do mundo talvez, continue em duvida, mas um entrevistador experiente saberá que você esta falando a verdade, até porque é difícil um candidato inventar uma história tão boa como esta.

Max Gehringer para CBN.

fechar