CIDADES
por CBN Recife em 14/11/2017
Familiares da menina Beatriz, vem ao Recife cobrar agilidade no caso Beatriz foi assassinada no dia 10 de dezembro de 2015, e desde então ninguém foi preso


#
Foto: Reprodução TV Globo

Depois de doze horas de viagem de Petrolina a Recife e mais algumas horas de espera, a família da menina Beatriz Angélica Mota, assassinada há quase dois anos com 42 facadas em uma escola particular em Petrolina, no Sertão, conseguiu uma audiência no Palácio do Campo das Princesas, sede do governo estadual, para cobrar transparência nas investigações e também que a Polícia Federal entre no caso.

Outras informações na reportagem de Carlos Miguel.

fechar