TV Asa Branca G1 Caruaru e Regiao GE Caruaru e Regiao Radio Globo Recife

ESPORTES
por CBN Recife em 13/11/2018
Michel Bastos fala sobre salários atrasados e exalta funcionários: “São pessoas que amam o clube” Meia tem salários pagos pelo Palmeiras, mas mostrou-se solidário com os companheiros de grupo e funcionários que passam por momento difícil


#
Foto: Williams Aguiar / Divulgação Sport Recife

Vivendo uma nova fase dentro do clube, o meia Michel Bastos saiu do ostracismo de nem ser relacionado para as partidas e passou a ser peça importante da equipe titular na reação rubro-negra na competição, mesmo com o elenco e funcionários sofrendo com os recorrentes atrasos salariais durante o ano. Em entrevista coletiva concedida antes do treino fechado desta terça-feira (13), o jogador falou sobre o momento financeiro do clube, mesmo tendo os salários pagos pelo Palmeiras.

Eu nunca passei por uma situação dessa, não vou mentir. Eu passo junto com os atletas, mesmo sabendo que eu sou pago pelo Palmeiras. Vejo os funcionários, mesmo com salários atrasados, trabalhando e nos ajudando. A gente depende deles. Não teremos uma roupa limpa, uma chuteira boa para trabalhar, não conseguimos nos alimentar. Eles são pessoas que amam o clube de coração e vêm felizes, lógico que sabendo que tem essa realidade porque dependemos de dinheiro para viver”, disse Michel, que também ressaltou que o grupo sabe separar os problemas do campo para lutar neste momento difícil que a equipe vive no campeonato brasileiro.

A gente convive com isso há um bom tempo, não é de agora. E falta um mês para o campeonato acabar. Pelo momento que vivemos e pela necessidade de abdicar de muita coisa, até ficar longe da família. Claro que o melhor são as coisas entrarem nos eixos e o clube quitar. Mas o problema não é de agora e dentro de campo nunca foi um problema para o nosso grupo. O nosso grupo vive muito bem, os jogadores são profissionais e que respeitam o trabalho. Eu acho que isso não muda em 25 dias”, complementou.

Para o decisivo confronto da próxima quarta-feira (14), às 20h45, diante do Vitória-BA, Milton Mendes não poderá contar com o lateral-esquerdo Sander e o meia Marlone, que se recuperam de lesão, além do lateral-direito Cláudio Winck, suspenso. A provável escalação leonina para o confronto é formada por: Maílson; Raul Prata, Ronaldo Alves, Adryelson e Ernando; Marcão, Jair e Michel Bastos; Rogério (Andrigo), Mateus Gonçalves e Hernane Brocador.

fechar