TV Asa Branca G1 Caruaru e Regiao GE Caruaru e Regiao Radio Globo Recife

ESPORTES
por CBN Recife em 08/02/2019
Novo patrocínio, torcida única e tragédia carioca: Direção alvirrubra concede coletiva no CT Além do vice-presidente Diógenes Braga, o presidente Edno Melo também falou para a imprensa


#
Foto: Reprodução Twitter / Edno Melo

O início da tarde alvirrubra, nesta sexta-feira (8), ficou marcada por uma entrevista coletiva concedida pela direção do Náutico, que, dentre alguns temas, explicou o polêmico pedido por torcida única para o clássico contra o Santa Cruz, pela Copa do Nordeste, além do anúncio do retorno de um antigo patrocinador ao clube, o grupo Turquesa. Os cartolas alvirrubros ainda lamentaram o incêndio ocorrido durante a madrugada, no CT Ninho do Urubu, do Flamengo, que deixou dez jogadores da base rubro-negra mortos, além de três feridos. O timbu anunciou estado de luto e colocou sua bandeira à meio mastro. Confira trechos dos principais temas abordados pelo vice-presidente de futebol Diógenes Braga e o presidente Edno Melo.

 

SEMANA PRÉ-CLÁSSICO:

“Esta é uma semana que tem um significado espececial para todos nós. Desde a reabertura dos Aflitos, vários jogos e várias semanas tem sido especiais. Não só na reabertura, mas também quando recebemos o primeiro informe da CBF de que os Aflitos estava autorizado a ser o mando oficial do Náutico. E esta, é uma semana que precede o primeiro clássico depois da reabertura,e por isso tem um significado muito especial para todos nós, principalmente com o tema da paz nos estádios”, disse Diógenes Braga.

 

TORCIDA ÚNICA:

“Tivemos incidentes no jogo contra o Fortaleza, que foram muito lamentados por todos, e a gente tem uma preocupação especial, para que as coisas ocorram bem não só dentro de campo, mas também fora. Como se fala muito, a luta tem que ser dentro das quatro linhas. Fora de campo nos resta torcer e trabalhar. Por isso, ao longo da semana nós fizemos uma solicitação de torcida única, e que o grande objetivo era que a gente provocasse o debate, e que neste debate, avaliasse se seria mesmo necessário ou se as autoridades entenderiam diferente. É preciso que haja uma concientização de todos, inclusive das torcidas. Durante a semana nós conversamos com o presidente do Santa Cruz, Tininho, com quem temos um excelente relacionamento, e fiz questão de explicá-lo pessoalmente o motivo da solicitação, e foi entendido por parte dele”, afirmou o vice-presidente de futebol timbu.

 

NOVO PATROCINADOR:

“Queremos anunciar o retorno de um grande patrocinador ao clube, que é grupo Turquesa, e que vai passar pelo menos mais este ano conosco. Isso mostra o projeto de gestão que o clube está tendo, o cuidado e o zelo com a credibilidade do nome Náutico. Com isso, o mercado está reagindo, está notando e acreditando na nossa gestão. Se você avaliar a situação que o Náutico estava há pouco mais de um ano, pode perceber que mudou completamente a visão que o mercado tem da instituição. Isso nos deixa muito feliz e mostra que estamos no caminho certo, por isso fazemos este agradecimento especial ao grupo Turquesa”, declarou o presidente Edno Melo.

 

TRAGÉDIA CARIOCA:

“Estava há pouco acompanhando o noticiário esportivo, e o mundo inteiro consternado. Quem está próximo do futebol, sabe o que é o sonho de um garoto. Todo mundo sabe que eu sou um defensor da base, lembrando do nosso regimento interno, também de obrigatoriedade de vinte e cinco por cento do elenco profissional ser preenchido pelas nossas categorias de base, e tenho o maior orgulho disto. Quando olhamos para um garoto, vemos o olho dele brilhar, e saber que dez garotos assim, morreram dormindo, em um alojamento onde eles estavam construindo um sonho, é muito difícil de tirarmos um ensinamento. O Náutico está de luto pelo acontecimento no centro de treinamento do Flamengo, inclusive colocamos nossa bandeira à meio mastro”, lamentou Diógenes.

 

ESTRUTURA DA BASE ALVIRRUBRA:

“Em relação ao Náutico, nosso alojamento hoje está fechado, já que a base está de recesso. Dentre outras coisas, para a base voltar, o planejamento indica um ajuste após este último ano de trabalho, já que naturalmente a estrutura sente um pouco. Avaliamos que temos uma estrutura confiável, que pode abrigar de quarenta até quarenta e cinco atletas, mas que não estamos utilizando sua capacidade total, e que até o ano de dois mil e treze era utilizada pelo elenco profissional, enquanto não tínhamos o hotel, portanto é uma estrutura feita para alojar jogadores, não é algo adaptado”, encerrou o vice de futebol e executivo do Náutico.

fechar