Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Movimento Econômico

Conheça os setores mais promissores para franquias


Por: REDAÇÃO Portal

Na região Nordeste, em todo o sistema de Franchising há um total de 24.215 unidades em operação

Na região Nordeste, em todo o sistema de Franchising há um total de 24.215 unidades em operação

Foto: Candido Espinheira acredita que o setor vai dar grande ajuda para a retomada da economia/Foto: divulgação

02/05/2021
    Compartilhe:

Por Luciana Leão

Apesar de um crescimento negativo de 3,1% em relação ao ano de 2019, o segmento de Saúde, Beleza e Bem Estar continua a liderar em participação o ranking no Nordeste de franquias, com 23,7%, seguido de alimentação com 18,9% e em terceiro Serviços e outros negócios com 14,7%. Os dados são do levantamento anual da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

A novidade do estudo, em 2020, é o resultado positivo para franquias nos setores de Comunicação, Informática e Eletrônicos, com crescimento de 58,8% em faturamento passando de R$ 864 milhões para R$ 1,372 bilhão e em número de unidades com uma variação de 19,7% com 1.147 pontos de venda.

Nùmeros regionais

Na região Nordeste, em todo o sistema de Franchising há um total de 24.215 unidades em operação. Deste total, o maior segmento é o de Saúde, Beleza e Bem-Estar, com 5.745 pontos de vendas. Mesmo com a s restrições impostas pela pandemia da Covid-19, o segmento de Alimentação ficou em segundo lugar com 4.566 unidades de vendas e Serviços e Outros Negócios com 3.560 pontos de comércio.

No quesito geração de empregos diretos, o destaque ficou com o setor de Limpeza e Conservação, passando de 3.012 para 3.542 empregos, incremento de 17,6%. Em seguida, vem Serviços e Outros Negócios, que subiu de 22.741 para 22.988 empregados, o que corresponde a um crescimento de 5,7 pontos percentuais.

"Não é de hoje que o Nordeste tem um papel preponderante na economia brasileira. Mesmo em tempos de incertezas, ainda vimos setores de franquias crescerem de forma muito expressiva. Além disso, é cada vez maior o número de empreendedores que buscam locais fora do eixo Rio-São Paulo para abrir um negócio próprio", afirma o diretor da regional Nordeste da ABF, Candido Espinheira.

Interiorização de franquias é tendência

Para Espinheira, há uma clara percepção em todo o País de um movimento de migração de pontos de vendas das franquias para lojas de bairros e cidades do interior acima de 50 mil unidades. “São formatos menores que requerem menor investimento, além de ser uma oportunidade para o reaquecimento da economia, fora dos grandes centros urbanos, mas que ainda o índice de urbanização seja maior que o rural”, apontou Espinheira.

Em Pernambuco, sem contar com as cidades da Região Metropolitana, há uma tendência, segundo o diretor regional Nordeste da ABF de abertura de novos negócios como em cidades como Caruaru, Vitória de Santo Antão, Garanhuns, São Lourenço da Mata, Santa Cruz do Capibaribe, Serra Talhada, Araripina, Petrolina, Gravatá, Carpina e Goiana.

“Acredito que o setor de franchising vai ajudar bastante para o reaquecimento da economia após a pandemia. São negócios que já possuem seus planos de gestão sedimentados, de base sólida e transparência, com construção de um relacionamento em longo prazo. E o interessante nas franquias é que por trás de grandes marcas existem pequenos empreendedores que se identificam e gostam das marcas”, opinou Espinheira.

 

 

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook