Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Política

Bolsonaro reconhece a força do seu líder


Por: REDAÇÃO Portal

Coluna Fogo Cruzado – 26 de setembro de 2019

Coluna Fogo Cruzado – 26 de setembro de 2019

Foto: Agência Brasil

26/09/2019
    Compartilhe:

O presidente Jair Bolsonaro disse ao jornal Correio Braziliense, na viagem de ida para Nova York, que o senador Fernando Bezerra Coelho continua tendo sua confiança para permanecer no cargo de líder da bancada governista no Senado. Declarou também, em defesa do senador pernambucano, que o simples mandado de busca e apreensão, executado pela Polícia Federal no gabinete dele, por ordem do ministro Luís Roberto Barroso, não é motivo suficiente para tirá-lo do cargo. É preciso “algo mais concreto”, segundo o presidente, para afastá-lo de suas funções. Até porque, ao ser convidado para o cargo, o senador informou ao presidente que estava sendo investigado pela Polícia Federal em decorrência da acusação de que teria recebido vantagens indevidas de empreiteiras ao tempo em que era ministro do governo Dilma Rousseff, acusação que nega, categoricamente. “Não posso, com uma busca e apreensão, um processo antigo, e nós sabíamos que tinha esse processo, tirá-lo de lá”, afirmou o presidente. Em seguida, reconheceu que o senador pernambucano tem sido uma peça importante no seu governo dizendo o seguinte: “Ele tem feito, até o presente momento, um brilhante trabalho para nós, dentro do Senado. É uma função ingrata, difícil, dá trabalho conversar com parlamentares dos mais diferentes matizes”. Era a defesa de que FBC estava precisando para segurar-se no cargo, a menos que surjam fatos novos que impeçam o presidente de sustentá-lo.

Alvo 1

Com a eloquência verbal que os pernambucanos conhecem, Fernando Bezerra Coelho (MDB) protestou no Senado contra a invasão do seu gabinete por agentes da Polícia Federal, mas não deixou claro quem era o seu alvo: se a própria PF, se o ministro Sérgio Moro, que a chefia, ou se ministro Barroso (STF) que ordenou a busca e a apreensão.

Alvo 2

“Está claro que fui vítima de uma operação política articulada para atingir o Congresso Nacional e o governo do presidente Jair Bolsonaro”, disse o senador em seu discurso. Faltou esclarecer, no entanto, quem teria “articulado” a operação, e com que interesse. Moro? Barroso? Já que a PF não foi, porque ela apenas cumpre ordens.  

Alvo 3

Bezerra Coelho se indignou, e com razão, pelo fato de o ministro Barroso ter ordenado a invasão do seu gabinete, apesar de parecer contrário da Procuradoria Geral da República. Foi um flagrante “abuso de autoridade”, o que deu margem ao Congresso para rejeitar, no mesmo dia, 18 dispositivos da Lei de Abuso, vetados por Bolsonaro.

Sem unanimidade

Luís Roberto Barroso chegou ao STF em 2013, indicado por Dilma Rousseff para substituir o sergipano Carlos Ayres Britto, por sua condição de “constitucionalista” brilhante e comprometido com a pauta dos direitos humanos. Mas a toga o desgastou muito nos últimos 6 anos e ele já não é mais unanimidade nos meios jurídicos.

Sexo dos anjos

Nos EUA, segundo o advogado José Paulo Cavalcanti Filho, a Suprema Corte julga, por ano, apenas 80 processos. No Brasil julga milhares. Mas há uma explicação para isto. Por que, para dizer que dois mais dois são quatro, um ministro tem que escrever 200 páginas como geralmente faz Luis Édson Fachin em seus enfadonhos votos?

Palestra para servidores                

O ministro Walton Alencar Rodrigues (TCU) estará hoje no Recife para ministrar uma palestra sobre “Controle externo contemporâneo e suas múltiplas relações com a administração, as finanças e as políticas públicas” num curso para servidores públicos estaduais promovido pela Secretaria de Administração.

Só no próximo

A bancada do Podemos na Câmara Federal, da qual faz parte o pernambucano Ricardo Teobaldo, vai apresentar uma PEC obrigando o presidente da República a escolher o procurador Geral da República a partir da lista tríplice elaborada pela classe. Bolsonaro escolheu Augusto Aras, fora da lista, e o Senado o aprovou ontem por 68 x 10.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook