Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Política

Cada vez mais pobre e também esquecido


Por: REDAÇÃO Portal

Coluna Fogo Cruzado – 18 de setembro de 2019

Coluna Fogo Cruzado – 18 de setembro de 2019

Foto: Agência Brasil

17/09/2019
    Compartilhe:

Como fazem regularmente a cada 30 dias, os governadores do Nordeste reuniram-se em Natal na última segunda-feira para passar em revista os principais problemas da região, que permanece cada vez mais pobre e mais esquecida. O pior é que os problemas são os mesmos e a cada reunião que se realiza surge sempre mais um para engrossar a lista. No caso da reunião da Natal, notou-se a presença cada vez mais tímida da Petrobras em nossa região, logo ela que tinha vultosos investimentos em Suape e cancelou tudo após a deflagração da operação Lava Jato. Discutiu-se também a necessidade de se aprovar uma PEC tornando o Fundeb um fundo constitucional, sem o que a educação brasileira marchará para trás. E, como não poderia deixar de ser, a importância para a região da ferrovia Transnordestina, que nem sai do canto nem o governo federal cassa a concessão dada à empresa que deveria fazer a obra, mas não faz. Como último prato do cardápio, a estúpida decisão do governo federal de autorizar a importação de 750 milhões de litros de etanol de milho, dos Estados Unidos, no exato instante em que o Nordeste começa a colher a sua safra. São em horas assim que surge a pergunta para a qual não temos resposta: que líder político do Nordeste tem força suficiente para “falar grosso” perante o presidente da República? Se há, ainda não mostrou a cara.

Adeus ao PSL

O presidente Luciano Bivar não teve força para segurar no PSL o deputado Alexandre Frota (SP) e nem para evitar a saída da senadora Selma Arruda (MT). Ela teve o mandato cassado pelo TRE por “abuso de poder econômico” e não recebeu apoio de nenhum membro do partido. Chateada, vai se filiar hoje ao Podemos.

Quem ganhou?

A afirmação de Marília Arraes (PT) de que quem venceu o processo de eleição direta no PT “foi o PSB” é meia verdade. De fato, é público e notório o engajamento dos secretários Dilson Peixoto (Agricultura) e Oscar Barreto (Saneamento, PCR), além do presidente do IPA, Odacy Amorim, na campanha do presidente Doriel Barros.

Duas opções

Se o DEM levar mesmo a sério a ideia de lançar candidato próprio à prefeitura do Recife, tem que trabalhar com duas alternativas: Mendonça Filho ou Priscila Krause. O primeiro tem em seu favor o fato de ter sido o candidato a senador mais votado na capital em 2018 e, a segunda, o ótimo desempenho na Assembleia Legislativa.

Volta às origens

O ex-prefeito de Afogados da Ingazeira, Totonho Valadares, refiliou-se ao MDB (do qual fez parte na década de 80) para disputar novamente a prefeitura em 2020. Esperava uma sinalização do prefeito José Patriota (PSB) para ser o candidato da Frente Popular. Mas como essa sinalização não veio, resolveu garantir-se no MDB.

Só em 2020

A cúpula estadual do MDB decidiu lançar candidato próprio a prefeito no maior número de municípios, mas deixou para tratar a questão do Recife em 2020. O caso da capital é mais delicado, pois além do MDB também pleiteiam a vaga de vice na chapa do futuro candidato João Campos (PSB) o PCdoB e o PT.

Firme no batente

Sob o comando do jornalista Enaldo Cândido, o “Jornal de Arcoverde” completou recentemente 38 anos de circulação ininterrupta. É muito bem feito e cobre com grande competência os fatos políticos, sociais e econômicos da região. O bom e eclético colunista William Porto integra dos quadros do jornal desde o seu 1º número.

Por que não assina

Do deputado Pastor Eurico (Patriota) a um “pool” de emissoras de rádio do Agreste sobre por que não subscreve uma CPI para apurar atos de Sérgio Moro e Deltan Dallagnol na Lava Jato: “Deveria haver uma CPI, mas em cima dos que assinaram essa lista. São os que defendem essa desgraça de esquerdopatia, que estava destruindo o nosso país”.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook