Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Política

Carreras cobra do PSB posição contrária ao fundo eleitoral


Por: REDAÇÃO Portal

Fundo prevê a destinação de R$ 3,7 bilhões para custear as campanhas municipais do próximo ano

Fundo prevê a destinação de R$ 3,7 bilhões para custear as campanhas municipais do próximo ano

Foto: Agência Câmara

28/08/2019
    Compartilhe:

O deputado Felipe Carreras (PSB-PE) abriu nova frente de batalha com o PSB nacional ao cobrar da direção nacional do partido posição contrária ao Fundo Eleitoral, que prevê a destinação de R$ 3,7 bilhões para custear as campanhas municipais do próximo ano. 

A quantia é duas vezes maior que a que foi destinada para a campanha de  2018, quando R$ 1,7 bilhão saíram dos cofres públicos (Orçamento Geral da União) para bancar os gastos eleitorais.

O Fundo Especial de Financiamento de Campanha foi criado pelo Congresso Nacional em 2017 em resposta à decisão do Supremo Tribunal Federal, que proibiu doações por parte de empresas para campanhas eleitorais.

Os recursos estão previstos no relatório final da Comissão Mista de Orçamento do projeto que trata da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2020.

De autoria do deputado Cacá Leão (PP-BA), o relatório destina 1% da receita corrente líquida da União para as emendas de bancada, sendo que 44% deste montante serão destinados ao fundo eleitoral (R$ 3,7 bilhões). 

Caso a LDO seja aprovada sem alterações, o PT, o PSL e o MDB ficarão com as maiores receitas do Fundo: R$ 365 milhões, R$ 364 milhões e R$ 282 milhões, respectivamente. 

Em 2018, o Partido Social Liberal (PSL) recebeu apenas R$ 9 milhões do fundo eleitoral para custear sua campanha de presidente da República, governadores, deputados e senadores. 

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook