Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Política

É bom não crer em Reforma Tributária


Por: REDAÇÃO Portal

Coluna Fogo Cruzado – 19 de agosto de 2019

Coluna Fogo Cruzado – 19 de agosto de 2019

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

18/08/2019
    Compartilhe:

No clima reformista que se instalou dentro do Congresso após aprovação da reforma previdenciária, é natural que o próximo tema da pauta dos congressistas seja a reforma tributária. Trata-se, no entanto, de um tema polêmico e divisionista porque conflita fortemente interesses da União, dos estados e dos municípios. Esses três entes da federação não admitem perda de receita com essa reforma e se ninguém abre mão de nada em favor do outro, pra que serviria essa mudança em nosso sistema tributário? Para torná-lo mais simples e desburocratizado, respondem o ministro Paulo Guedes e outras autoridades do governo, entre elas o secretário da Receita, Marcos Cintra, que estará no Recife no próximo dia 5/9 para debater sua proposta monotemática do “imposto único”, cuja chance de aprovação é zero.  Além dessa proposta natimorta, os congressistas examinam outras quatro, entre elas a do deputado Baleia Rossi que já foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Federal. Ela unifica em apenas um cinco impostos sobre o consumo, porém a fórmula que propõe para o gerenciamento desses recursos não deve passar pelo Congresso. Sendo assim, vamos ter muito “blá blá blá” em torno desse tema, neste 2º semestre, mas nem a habilidade do presidente Rodrigo Maia dá esperança à nação de que essa reforma possa ser aprovada. 

Contra a vontade

Alheio a sua vontade, o superintendente da PF em PE, Carlos Henrique Oliveira Sousa, se viu no centro de uma polêmica entre o presidente Bolsonaro e o comando da instituição. Sousa foi transferido para o RJ em lugar do superintendente Ricardo Saadi, quando Moro havia dito ao presidente que o substituto seria Alexandre Saraiva (AM).

Dúvida atroz

Felipe Carreras (PE) ainda examina com dissidentes do PSB se abandona ou não o partido que o ameaça de expulsão por ter votado a favor da reforma previdenciária. Para dar consequência ao gesto, tem mesmo é que deixá-lo ou então continuar submetendo-se às ordens de um presidente (Carlos Siqueira) que o acusa de não ser socialista.

Defesa prévia

A comissão do impeachment da Câmara de Goiana, que tem como presidente o vereador Bruno Salsa (DEM), notificou o prefeito Osvaldo Rabelo Filho (MDB) para apresentar defesa prévia no prazo de 10 dias. O impeachment do prefeito foi solicitado à Casa por Tarcísio Chaves e a tendência da maioria dos vereadores é acatar o pedido.

Deixa comigo!

O deputado Marco Aurélio (PRTB) vai empunhar a bandeira do “bolsonarismo” no Recife, nas próximas eleições municipais, apesar da forte rejeição ao presidente na capital pernambucana. Ele será candidato a prefeito e diz que enquanto Bolsonaro pôs fim aos radares eletrônicos, a PCR arrecada milhões com esses equipamentos.

Frente sem o PSL

Apesar de o presidente Luciano Bivar ter representado o PSL na reunião dos líderes estaduais de oposição na casa do tucano Bruno Araújo, em Brasília, muitos não querem a companhia desse partido na próxima campanha eleitoral. É ruim para Bivar, que não quer ser candidato a prefeito do Recife e teme ser empurrado para o isolamento.

Garanhuns 1

Com uma média de 70% de aprovação desde seu 1º ano de mandato (2013), o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), já encomendou uma pesquisa para extrair o “perfil” do candidato que o povo gostaria que o substituísse. Ele não teme a candidatura do deputado Sivaldo Albino (PSB), cujo teto de votos, garante, é em torno de 15 mil.

Garanhuns 2 

Antes de concluir o seu mandato em 31/12/20, Izaías Régis promete deixar consolidado em Garanhuns o “Natal Luz”, que atraiu para lá em 2018 cerca de 600 mil pessoas. E entregar à população 900 ruas pavimentadas, “mais do que Geraldo Júlio (PSB) pavimentou no Recife”. “Vou terminar com 900, mas ainda restarão 500”, disse ele. 

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook