Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Política

Executiva nacional do PSDB não cassaria o mandato de Aécio Neves


Por: REDAÇÃO Portal

Deputado virou réu na Justiça Federal acusado de receber propina

Deputado virou réu na Justiça Federal acusado de receber propina

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

14/08/2019
    Compartilhe:

Apesar da previsão feita pelo presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, de que o Conselho de Ética do partido decidiria até o próximo dia 20 o caso do deputado Aécio Neves (MG), que virou réu na Justiça Federal em São Paulo acusado de receber propina de R$ 2 milhões do grupo J&F, a expulsão dele dos quadros do partido talvez não se consume.

Isso porque ela não contaria com o apoio da maioria dos membros da executiva nacional e nem encaixaria no Código de Ética, que prevê expulsão após condenação e o deputado ainda não foi condenado. 

A expulsão está sendo defendida pelo grupo político do governador de São Paulo, João Doria, segundo quem a permanência de Aécio na legenda poderá atrapalhar seus planos políticos para 2022 quando poderá entrar na luta pela sucessão do presidente Jair Bolsonaro.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook