Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Política

“Lula livre” domina 5 das 8 chapas do PT


Por: REDAÇÃO Portal

Coluna Fogo Cruzado – 10 de agosto de 2019

Coluna Fogo Cruzado – 10 de agosto de 2019

Foto: Agência Brasil

09/08/2019
    Compartilhe:

O Recife foi a cidade escolhida para sediar o primeiro debate entre os 8 candidatos que concorrem à presidência nacional do PT em substituição à deputada Gleisi Hoffmann. Dos oito, cinco  registraram suas chapas com um “Lula livre” no pedido: Carlos Zaratini, Moema Cramacho, Penilton Silva Filho, Carlos Henrique Árabe e Luiz Ducci. Este último é favorito para vencer a eleição por ter o apoio dos ex-presidentes Lula e Dilma, do ex-ministro José Dirceu e dos senadores Humberto Costa, Jaques Wagner e Paulo Paim.  Deixaram o “Lula livre” de lado os candidatos Misa Boito, Valter Pomar e Jacy Afonso. Aliás, o “Lula livre” foi a expressão mais ouvida na Câmara Federal na última quarta-feira depois que a juíza federal Carolina Lebbos autorizou a transferência do ex-presidente de Curitiba para São Paulo, algo que o STF barrou no mesmo dia por 10 votos contra um. Tudo bem que petistas continuem lutando pela liberdade do ex-presidente, mas fazer disto uma bandeira de campanha é uma estratégia pouco inteligente. Para contrapor-se ao governo Bolsonaro, o país espera do seu principal partido de oposição um discurso consistente, realista, não demagógico, e não um slogan sem qualquer conteúdo.   
 
Banalização das frentes

As “frentes parlamentares” estão tão banalizadas no Congresso e nas Assembleias Legislativas que muitos deputados sequer se lembram de quais delas fazem parte. Mesmo assim, a Alepe vai instalar mais uma, depois de amanhã, em defesa da transposição do São Francisco, obra que está 97% concluída desde dezembro de 2018.

Investida no PT

O deputado Ricardo Teobaldo está levando para o seu partido (Podemos) o ex-prefeito de Surubim, Túlio Vieira, que era filiado ao PT. Túlio foi vice de Flávio Nóbrega, que após cumprir dois mandatos, também pelo PT, aliou-se à Frente Popular em 2016 para apoiar a atual prefeita Ana Célia Farias (PSB), que vai concorrer à reeleição.

Por que só Felipe?

Parte do PSB de Pernambuco está irritada com o presidente nacional do partido, Carlos Siqueira, pela “marcação cerrada” contra o deputado Felipe Carreras (PE). Alega que 10 dos 32 membros da bancada federal votaram a favor da reforma da previdência, mas Siqueira só pega no pé de Carreras e nunca citou, sequer, o nome dos outros nove.  

Politicamente maiores

Ficaram maiores, politicamente falando, depois que tomaram posse na Câmara Federal em fevereiro deste ano, os deputados Sílvio Costa Filho (PRB), Augusto Coutinho (SD), André de Paula (PSD), Daniel Coelho (CID) e Ricardo Teobaldo (PODE). Coincidência ou não, todos abraçaram de corpo e alma o projeto de reforma previdenciária.

Fora da agenda

Bolsonaro considera o coronel do Exército Carlos Alberto Brilhante Ustra um “herói nacional” apesar de ele ter sido o único militar reconhecido até agora pela justiça como “torturador”. Definitivamente, a maioria dos brasileiros não se sensibiliza mais com o que houve nos “porões” da ditadura militar nos anos 70. Do contrário, Bolsonaro não teria sido eleito.

Por experiência própria

Relator, no Senado, da “PEC paralela” da previdência, Tasso Jereissati (PSDB-CE) vai incluir no texto os servidores públicos estaduais e municipais porque foi três vezes governador do Ceará e sabe, por experiência própria, que os estados precisam disto. O que o impressiona é a indiferença dos governadores do Nordeste em relação ao tema.

Só sai se for tirado

Após longo período de “fritura”, o presidente da Compesa, Roberto Tavares, teria decidido a não pedir demissão, apesar de sua saída estar sendo reivindicada ao governador Paulo Câmara pelo prefeito Geraldo Júlio, a secretária Fernanda Batista (Recursos Hídricos) e o chefe da Assessoria Especial do Palácio, Antonio Figueira.  

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook