Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Política

MBL lança filme sobre o impeachment de Dilma Rousseff


Por: REDAÇÃO Portal

História é relatada sob a ótica da “direita”

História é relatada sob a ótica da “direita”

Foto: Reprodução internet

02/09/2019
    Compartilhe:

Após o lançamento de dois filmes contando a história do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff sob a ótica das esquerdas, surgiu finalmente um terceiro, de responsabilidade do Movimento Brasil Livre (MBL), relatando a história sob a ótica da “direita”.

Os filmes com “viés” esquerdista foram “Democracia em vertigem” da cineasta Petra Costa e “O processo” de Maria Ramos.

Nesta segunda-feira (2) estreou em São Paulo o documentário “Não vai ter golpe” realizado por integrantes do MBL, um dos que saíram às ruas em 2016 para pedir o impeachment da então presidente.

A partir do próximo dia 5, o filme estará disponóvel em plataformas de streaming na Net Now, iTunes, Google Play, Vivo Play e Looke.

O filme faz uma retrospectiva das manifestações que levaram milhares de brasileiros às ruas pedindo o afastamento de Dilma Rousseff, que já havia perdido o apoio do Congresso e estava apenas esperando a hora de cair.  

Dirigido por Alexandre Santos e Frederico Rauh, cofundadores do MBL, o filme faz referências à Operação Lava Jato e ao forte sentimento antipetista então dominante na sociedade. 

Revela também os bastidores e os momentos mais difíceis dos protestos, como as divergências com o grupo “Revoltados Online”, que defendia uma intervenção militar, e o “Vem pra rua”, que inicialmente recusava-se a empunhar a bandeira do  impeachment.

O filme mostra ainda a primeira manifestação anti Dilma Rousseff realizada no dia 1º de novembro de 2014 em São Paulo, Porto Alegre e Goiânia. Ele tem 2 horas e 15 minutos de duração e custou aos seus produtores apenas R$ 300 mil, dinheiro arrecadado por meio de doações.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook