Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Política

Paulo Câmara rebaixa Nilton Mota e coloca José Neto na Casa Civil


Por: REDAÇÃO Portal

Mota foi exonerado nesta segunda-feira (26)

Mota foi exonerado nesta segunda-feira (26)
26/08/2019
    Compartilhe:

O governador Paulo Câmara decidiu exonerar nesta segunda-feira (26) o secretário da Casa Civil, ex-deputado Nilton Mota, e nomeou para substituí-lo o secretário de Administração, José Francisco Cavalcanti Neto.

Como “prêmio de consolação”, ofereceu a Mota, que foi o coordenador geral de sua campanha, a presidência da Perpart -  Pernambuco Participações Investimentos S/A, órgão de segundo escalão.

Para o lugar de José Neto na Secretaria de Administração, foi nomeada a advogada Marília Raquel Simões Lins, que era secretária executiva da pasta.

Nilton Mota é servidor de carreira da Secretaria da Fazenda e elegeu-se deputado estadual em 2014, tendo sido nomeado em seguida para a Secretaria de Agricultura. Tempos depois foi remanejado para a Casa Civil. 

Em 2018 foi “obrigado” pelo governador a não disputar a reeleição para que suas bases sertanejas fossem transferidas para o candidato Aglailson Victor (PSB), filho do prefeito de Vitória, Aglailson Júnior (PSB), que só votaria em João Campos (PSB) para deputado federal se o governo lhe arranjasse pelo menos 10 mil votos para o filho.

Mota abdicou da reeleição a pretexto de que iria “coordenar” a campanha do governador, como de fato coordenou. Voltou à Casa Civil, mas agora sem mandato, e teria se desentendido com o governador porque queria (e não obteve) a vaga de João Henrique Campos no TCE, cargo que foi oferecido ao advogado Carlos Neves Filho, cuja posse será na próxima quarta-feira (28)`.   

O novo chefe da Casa Civil, José Neto, é bacharel em Direito pela UFPE, auditor do TCE e sobrinho do ex-governador Joaquim Francisco. No governo Eduardo Campos, exerceu o cargos de secretário executivo de Administração (2007- 2009) e  depois de secretário (2010).

De 2011 a março de 2014, ocupou o cargo de secretário executivo da Fazenda e de abril a dezembro de 2014 se tornou, de novo, secretário de Administração.

No primeiro governo Paulo Câmara foi chefe da Assessoria Especial e chefe de gabinete do governador. Desde janeiro de 2019, estava mais uma vez no comando da Secretaria de Administração.

Já Marília Raquel Simões Lins é formada em Direito pela UNICAP. Ingressou na Secretaria de Administração em 1999 como estagiária e ocupou o cargo de secretária entre abril e dezembro de 2018. Desde o início do ano era secretária executiva.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook