Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Política

Vice do PSB será o “homem do Compaz”


Por: REDAÇÃO Portal

Coluna Fogo Cruzado – 27 de agosto de 2019

Coluna Fogo Cruzado – 27 de agosto de 2019

Foto: Reprodução internet

26/08/2019
    Compartilhe:

Dois dias após o PT pernambucano abrir uma discussão sobre se permanecerá ou não na Frente Popular, colocando em lados opostos o senador Humberto Costa (aliancista) e a deputada Marília Arraes (contra a aliança), o governador Paulo Câmara decidiu sinalizar logo qual será a decisão do PSB para as eleições do próximo ano: manter a aliança com o MDB, oferecendo a esse partido a vaga de vice de João Campos, virtual candidato socialista à sucessão do prefeito Geraldo Júlio. O anúncio não será feito nem tão cedo, claro. Mas a aliança ficou explícita, ontem, durante visita que o governador e o prefeito fizeram ao senador Jarbas Vasconcelos para dar-lhe um “abraço de aniversário”. Não foi simples coincidência o fato de terem ido para esta visita o deputado federal João Campos (PSB) e o secretário municipal Murilo Cavalcanti (MDB), conhecido como o “homem do Compaz”. Murilo é um emedebista histórico, faz questão de se declarar liderado do senador e será o vice de Campos. Gostaria de ser cabeça de chapa. Mas, por ser “o homem certo na hora errada”, se contentará com a vaga de vice. Com isso, o PT está liberado para procurar outro caminho em 2020, embora o interesse externado pelo senador Humberto Costa seja pela permanência do partido na Frente Popular.

Na encruzilhada

Com Murilo Cavalcanti (MDB) na chapa de João Campos (PSB), complica-se a candidatura do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) ao governo estadual em 2022. O senador quer ser candidato pela oposição, mas não tem o controle do partido, que permanece comandado por Jarbas Vasconcelos e o deputado Raul Henry.

Vai de graça

Marília Arraes seria a candidata natural do PT à sucessão do prefeito Geraldo Júlio, mas o controle do partido é do senador Humberto Costa, que não tem interesse em romper com o governo Paulo Câmara porque indicou o secretário de Agricultura (Dilson Peixoto). O apoio do PT à chapa João Campos-Murilo Cavalcanti será “de graça”.

Exaltação a Pernambuco

O escritor e acadêmico Marcos Vilaça será homenageado hoje (às 18h) na Assembleia Legislativa pela passagem dos seus 80 anos. Ele presidiu as Academias Pernambucana e Brasileira de Letras, a extinta Legião Brasileira de Assistência (LBA) e o TCU. E em todos os cargos que ocupou sem fez questão de exaltar sua “pernambucanidade”.

Em funcionamento

A Secretaria de Saúde informa que a UPA-E de Belo Jardim se encontra em pleno funcionamento, de segunda a sexta, com 10 especialidades médicas, corrigindo erro desta coluna. Ela foi construída em 2013 por Eduardo Campos, a pedido do então prefeito João Mendonça e atende, segundo a Secretaria, cerca de 6 mil pessoas/mês.

Sem ajuda

Já a UPA de Santa Cruz do Capibaribe não recebe ajuda nenhuma do Governo do Estado, segundo o prefeito Édson Vieira (PSDB). A prefeitura gasta R$ 1 milhão por mês para mantê-la e recebe do governo federal apenas R$ 229 mil. O prefeito já foi da Frente Popular, mas rompeu com o governo Paulo Câmara em 2018.

Lei de anistia

Amanhã completam-se 40 anos da sanção pelo então presidente João Figueiredo da Lei de Anistia, que trouxe de volta ao Brasil exilados ilustres como Miguel Arraes, Leonel Brizola, Gregório Bezerra, Luiz Carlos Prestes e Francisco Julião. A esquerda radical não queria que a Lei alcançasse “torturadores”, mas o STF disse que ela vale para todos.  

Debate político

A Amupe reunirá hoje, a partir das 9h, os prefeitos pernambucanos para debater o “transporte alternativo” e a reforma tributária. Sobre o “transporte” pode-se ter alguma esperança, mas sobre a reforma tributária, não. Há muitas propostas em debate, dentro e fora do Congresso, e isso não dá margem para a construção de nenhum consenso.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook