Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Negócios

Eletra e Acumuladores Moura lançam o primeiro ônibus elétrico híbrido com 100% de nacionalização


Por: REDAÇÃO Portal

Parceria ambiciosa, que inclui a XALT Energy (EUA) e a WEG (SC), está voltada para o promissor mercado de veículos de transporte urbano com baixa emissão de gases do efeito estufa

Parceria ambiciosa, que inclui a XALT Energy (EUA) e a WEG (SC), está voltada para o promissor mercado de veículos de transporte urbano com baixa emissão de gases do efeito estufa

Foto: Eletra/Divulgação

27/09/2019
    Compartilhe:

Fernando Ítalo

Depois de 15 meses de desenvolvimento, a Eletra (SP) - em parceria com a pernambucana Acumuladores Moura, a XALT Energy (EUA) e a WEG (SC) - está lançando o primeiro ônibus elétrico híbrido 100% nacional, o Dual Bus 15m. A estreia também marca a chegada ao mercado da Moura By XALT Energy, produto pioneiro da Moura no país e que vai equipar o veículo. É a única bateria de lítio para ônibus elétricos adaptada no Brasil. 

O novo ônibus é uma aposta ambiciosa, voltada para o nascente, porém promissor, mercado de veículos de transporte urbano com baixa emissão de gases do efeito estufa. O veículo se insere num cenário de preocupação global crescente com o aquecimento global, implantação de Zonas de Emissão Zero nas grandes metrópoles mundiais e avanço, no Brasil, de legislações municipais fixando metas de redução de emissões atmosféricas. “Estamos nos antecipando, com um produto que não tem o propósito de vendas imediatas no país, mas vai contar no futuro com uma grande demanda, ainda em formação”, afirma a gerente comercial da Eletra, Iêda de Oliveira.

A Acumuladores Moura teve papel estratégico no desenvolvimento do produto, já que a bateria era o maior desafio para o objetivo do projeto, que visava 100% de nacionalização. “Estávamos buscando uma solução de bateria de alta performance, não havia fabricantes no Brasil e a Moura, com a sua network global, apareceu como o fornecedor natural para resolver esse problema”, destaca Iêda de Oliveira.

A união entre as duas empresas representa uma aliança de peso. A Moura é a líder em vendas de baterias em toda a América do Sul, enquanto a Eletra vem crescendo, no mercado nacional, como referência no segmento de transporte público sustentável.  O primeiro resultado da parceria é o Dual Bus 15m que, segundo a Eletra, é “o veículo mais inovador do Brasil para o transporte público de baixas emissões”. O veículo e a bateria foram lançados na Arena ANTP - Congresso Brasileiro de Mobilidade Urbana, realizado esta semana em São Paulo. Os parceiros, no entanto, não vão parar neste lançamento, pois o intercâmbio também prevê o desenvolvimento de veículos elétricos puros 100% nacionais.

Tecnologia
O Dual Bus 15m é a soma da tecnologia de tração elétrica Eletra, com a expertise da Moura, XALT Energy - gigante mundial especializada em soluções de armazenamento de energia para veículos pesados - e a WEG, multinacional brasileira da área de motores elétricos. O ônibus é alimentado por duas fontes de energia (banco de baterias e grupo motor-gerador) que podem operar em modo conjunto ou independente. De acordo com o fabricante, “é uma solução ideal para atender a Zonas de Emissão Zero nas cidades, com ampla autonomia e sem necessidade de infraestrutura de recarga”. 

“É um produto com um conceito muito flexível para operações em centros urbanos. No trajeto da linha, ao entrar numa região de emissão zero, o GPS do ônibus envia um sinal que desliga automaticamente o motor-gerador e o veículo passa a operar só no modo elétrico. Quando sai dessa zona, o ônibus volta a operar como híbrido”, detalha Iêda de Oliveira. Além disso, a qualquer momento da vida útil, a tecnologia do fabricante permite a troca do motor-gerador por um novo banco de baterias, possibilitando ao veículo transitar como ônibus elétrico puro.

Quanto às diferenças, no veículo elétrico puro a energia para o sistema elétrico é proveniente de um conjunto de baterias de lítio, interligadas em série e em paralelo. No modelo elétrico-híbrido, a energia vem também destas baterias e do grupo motor-gerador, que, somados ou individualmente, alimentam o sistema de tração. O híbrido pode operar no modo elétrico puro (grupo motor-gerador desligado) por até 30 km, por isto o modelo é chamado de Híbrido-Dual. Já o modelo elétrico puro apresenta autonomia, em média, de 200 km.

Novo mercado
Para a Acumuladores Moura, com seis décadas no setor de bateria de chumbo, esse projeto representa o início das operações no mercado de baterias de lítio e evidencia o pioneirismo da empresa no segmento de baterias para eletrificação veicular no Brasil. 

As baterias de lítio que vão equipar o Dual Bus da Electra foram desenvolvidas especificamente para veículos pesados de grande porte – ônibus, caminhões, navios e locomotivas. O produto apresenta alta densidade energética e um sistema de gerenciamento e controle eletrônico. As baterias são super avançadas tecnologicamente e certificadas nos principais testes internacionais.

Na fase atual da parceira, a Moura, por meio de acordo tecnológico com a XALT Energy, vai adaptar e nacionalizar produtos fabricados fora do Brasil pela multinacional. No futuro, a Moura quer viabilizar a produção em seu parque fabril. De acordo com a empresa, a ideia é iniciar a fabricação própria “assim que a demanda interna justificar os investimentos”.

O processo de adaptação da Moura By XALT Energy será realizado no parque da Moura, com suporte do Centro de Engenharia da empresa e do Instituto de Tecnologia Edson Mororó Moura. Já a distribuição contará com a rede própria da empresa, além dos parceiros em todo o Brasil. A empresa também está montando estruturas e canais para logística reversa, assistência técnica e pós-venda do produto.

Sobre o interesse no mercado de veículos elétricos, o diretor geral da Divisão de Lítio do Grupo Moura, Fernando Castelão, afirma que “a eletrificação veicular, principalmente de ônibus e caminhões, é uma realidade e a Moura tem desenvolvido soluções para atender às demandas do mercado e apoiar a aceleração deste processo no país.”
 
Vale ressaltar que as baterias de lítio possibilitam à Moura expandir os negócios para outras áreas, além do segmento de veículos elétricos. De olho nesse potencial, a empresa vem desenvolvendo soluções de baterias de lítio para empilhadeiras, veículos industriais, telecomunicações, caminhões e armazenamento de energia. 

Por dentro do Dual Bus 15m
- O produto está voltado para atender ao mercado de transporte coletivo de baixas emissões, nascente no Brasil
- Nesse cenário, a cidade de São Paulo definiu, por meio de lei, uma meta de redução de 50% para as emissões de gases do aquecimento global e que deverá ser atingida em 10 anos
- Ao longo dos próximos três anos, essa meta tem previsão de gerar, na capital paulista, uma demanda de 4,2 mil ônibus com tração elétrica, entre híbridos e elétricos puros
- Outras cidades brasileiras já discutem legislações semelhantes
- A Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou recentemente a exigência de ônibus de baixas emissões nos contratos de transporte público 
- O veículo custará 90% a mais que o similar a diesel, mas tem o dobro de vida útil: 20 anos, contra 10 dos ônibus tradicionais
- O consumo de combustível cai 30%
- O custo de manutenção é 36% menor
- O investimento se paga em oito anos

Confira o que é Zona de Emissão Zero
As Zonas de Emissão Zero ou de Emissões Reduzidas são uma tendência que vem se ampliando nas grandes cidades do mundo. Nessas áreas, por lei, só podem circular veículos com características específicas, no que diz respeito à emissão de poluentes. No Brasil, o Rio de Janeiro é uma das metrópoles que sinaliza para implantar a sua primeira área desse tipo
 

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook