Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Negócios

Grupo Fleury a um passo de sua 32ª aquisição e o foco é Pernambuco


Por: PATRÍCIA RAPOSO

Grupo Fleury está disposto a pagar R$ 112 milhões para adquirir 100% da Diagmax S.A, empresa que detém as marcas Diagmax Diagnósticos por Imagem e Cedire – Centro de Endoscopia Digestiva do Recife.

Grupo Fleury está disposto a pagar R$ 112 milhões para adquirir 100% da Diagmax S.A, empresa que detém as marcas Diagmax Diagnósticos por Imagem e Cedire – Centro de Endoscopia Digestiva do Recife.

Foto: Diagmax é o próximo alvo do Grupo Fleury/Foto: reprodução da internet

07/10/2019
    Compartilhe:

Patrícia Raposo

Com um arrojado plano de expansão iniciado em 2001, o Grupo Fleury aguarda decisão do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) para efetivar sua 32ª aquisição. O alvo desta vez é a Diagmax, uma rede pernambucana com 17 anos de atuação em serviços diagnósticos por imagem, que tem seis unidades, sendo três delas em shopping centers, e uma equipe de 322 profissionais, dos quais 74 médicos.

O Grupo Fleury está disposto a pagar R$ 112 milhões para adquirir 100% da Diagmax S.A, empresa que detém as marcas Diagmax Diagnósticos por Imagem e Cedire – Centro de Endoscopia Digestiva do Recife.

Esse movimento faz parte do plano de expansão do grupo paulista. Do ponto de vista orgânico, o plano prevê a inauguração de 70 a 90 unidades até 2021. Deste total, 53 já foram inauguradas.

Além, disso, há o crescimento por aquisições. Em 17 anos (2002 a 2019), foram 31 aquisições efetivas, com objetivo de entrar em novas regiões, complementar mix de serviços e aumentar a base de conhecimento. As mais recentes se derem no ano passado, quando foram absorvidos o IRN - Instituto de Radiologia de Natal (RN) e o SantéCorp em 2018 (SP). Este ano, foi a vez do LAFE (RJ), em maio.  

De acordo com Carlos Marinelli, presidente do Fleury, a aquisição da Diagmax tem forte impacto estratégico. “Isso amplia nossa presença e oferta de serviços diagnósticos neste mercado”, avalia.

Jeane Tsutsui, médica e diretora executiva de Negócios do Grupo Fleury, acrescenta que a Diagmax vai completar o portfólio de serviços no Estado com a inclusão dos diagnósticos por imagem, uma vez que o grupo já realiza serviços de análises clínicas através da a+, desde 2005. A Aquisição também eleva de 11 para 17 o número de unidades em Pernambuco.

“Vemos no Nordeste um potencial mercado de crescimento, o que é importante para nós, já que estamos buscando negócios que nos tragam oportunidade de ampliação geográfica e integração de soluções”, diz a médica.

A situação confortável do Fleury, com faturamento de R$ 2,9 bilhões em 2018, permite que a expansão se dê basicamente com recursos próprios.

 O grupo tem estado muito atento às inovações, mantendo seu próprio grupo de pesquisa. Só no ano passado, lançou 177 produtos. “Na área de serviços, criamos a área de genômica, de medicina de precisão. Em 2017 lançamos plataforma e-commerce da Fleury Genômica”, relembra, acrescentando que tem sido prioridade a incorporação de novas tecnologias, inclusive o uso de inteligência artificial, como

o IBM Watson for Genomics (a tecnologia permite que laboratórios de patologia molecular aumentem a escala de seus programas de oncologia de precisão para atender às necessidades existentes e crescentes de assistência personalizada para tratamento de câncer).

Com 93 anos de história, o Grupo Fleury é composto por cerca de 10 mil colaboradores e 2,3 mil médicos, contando com uma rede de 216 unidades distribuídas nos Estados da Bahia, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e São Paulo, além do Distrito Federal.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook