Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Negócios

Mont Capital Asset chega ao mercado pernambucano de capitais


Por: REDAÇÃO Portal

Gestora tem cerca de R$ 70 milhões sob sua gestão e mira nas famílias ricas do Estado

 Gestora tem cerca de R$ 70 milhões sob sua gestão e mira nas famílias ricas do Estado
27/07/2019
    Compartilhe:

Eduardo Sol

Investidores de grande porte em Pernambuco têm um aliado novo para seu dinheiro: a chegada ao Estado da gestora de recursos Mont Capital Asset, que hoje tem mais de R$ 70 milhões sob gestão. Autorizada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) e regulada pela Anbina (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), a gestora, com sede em São Paulo, tem como seus principais produtos o multimercado M CAPITAL III, fundo aberto de varejo para investidores de alta renda, e o FIPs, customizado para aplicações em fundos de participação corporativa, também de grande porte e focado em companhias específicas. A empresa também faz um trabalho chamado Family Offices, voltado para a gestão patrimonial.

Quem atuará em nome da Mont Capital Asset, não apenas em Pernambuco, mas em todo Norte e Nordeste, é o economista Thobias Silva, que será responsável pelo relacionamento com os clientes e pela pauta econômica da gestora. Seu principal trabalho será fazer análises macroeconômicas das duas regiões para que os investidores possam ter uma visão ampla de seus negócios, a partir de suas leituras. “A Mont Capital conhece o mercado local. O Recife tem famílias bem-sucedidas, que são potencialmente investidoras. Além disso, o Estado também é sede de fundos de pensão”, disse.

Para Thobias Silva, o momento é bom para investimentos. “A agenda que está sendo colocada em prática é uma agenda positiva, não só para a bolsa, que vem reagindo desde 2016, mas para o País todo. Mas, claro, o investidor sabe que a bolsa é um risco, mas é a única forma de fazer realmente dinheiro hoje com juros tão baixos no mercado internacional”, ressaltou o economista, lembrando da possibilidade grande de, nesta semana, o Banco Central baixar ainda mais a taxa Selic. Atualmente, a taxa referencial no Brasil está em 6,5%, seu índice mais baixo, que é mantido há um ano, mas é esperado que termine 2019 em 5,5%. “Sempre que se reduz o custo do capital, toca-se música para os mercados globais”, explicou.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook