Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Negócios

O novo normal para os escritórios em Pernambuco


Por: REDAÇÃO Portal

Depois de mais de 90 dias sem funcionar, o retorno das atividades de escritório trouxe desafios que começam a ser superados diariamente

Depois de mais de 90 dias sem funcionar, o retorno das atividades de escritório trouxe desafios que começam a ser superados diariamente

Foto: Hub Plural: higienização e retorno lento dos clientes/ Foto: Tahís Lima

07/07/2020
    Compartilhe:

Juliana Albuquerque

[email protected]

Começou a valer, nesta segunda-feira (6/7), mais uma etapa – a quinta - do plano de convivência do Governo de Pernambuco com a Covid-19. Ela contempla, além da retomada das atividades de vendas de veículos em sua totalidade, a volta do funcionamento de escritórios no Estado, que passam a operar com 50% do seu efetivo. E depois de mais de 90 dias sem atividades, o retorno trouxe desafios que começam a ser superados diariamente.

Da convivência com protocolos sanitários rígidos a limitação de clientes nas dependências físicas, muita coisa mudou nesse recomeço. É o caso do escritório do advogado Arthur Holanda, da Holanda Advocacia. Por lá, apenas os sócios mais antigos que são chefes de equipes voltaram para jornada presencial. Os demais, continuam em trabalho remoto, o que, segundo ele, só aumentou a produtividade.

“Desde quando precisamos colocar os funcionários em home office notamos que a produtividade não caiu, pelo contrário, até aumentou. Por isso, decidimos manter o funcionamento desta forma, independentemente de uma nova liberação do governo estadual, até o fim deste ano. Isto tanto na unidade do Recife quanto na que temos em São Paulo", diz o sócio Arthur Holanda.

Hartur Holanda: "Olho no olho". Foto/divulgação

Sobre os clientes, ele reforça que, em muitos casos, o presencial é inevitável. Diz que cerca de 80% são atendidos in loco. “O cliente tem a necessidade de estar perto, de sentir segurança, estar olho a olho, com o que o advogado diz. Esse atendimento presencial realmente faz toda a diferença”, comenta Holanda.

E a solução para atender com toda a segurança, além de todo o protocolo individual de higiene, como máscara e álcool em gel, o atendimento só se dá com hora marcada e com um espaçamento confortável na agenda entre uma reunião e outra.  “Além de tudo isso, desde a entrada no empresarial onde nosso escritório está localizado, todas as medidas sanitárias são rigorosamente seguidas”, completa.

Em outro escritório de advocacia da cidade, a rotina também foi bastante modificada para conviver com segurança em meio à pandemia. “Antes da pandemia, não havia necessidade de marcar horário. Hoje, estamos priorizando o atendimento a distância (telefone, videoconferência). Porém, existem aqueles que preferem o atendimento presencial, em razão da dificuldade que tem em manusear aparelhos como celulares, computadores. Para esses, montamos um esquema de rodízio, com os coordenadores das áreas, agendando horário com o cliente, pedindo que não venha acompanhado e usem máscara”, revela o advogado João Varella. Sobre a equipe, ele também segue priorizando o trabalho remoto e quando se faz necessário comparecer no local, disponibiliza desde máscaras descartáveis e de tecido para troca, assim como como face shield e claro, álcool em gel.

Atuando em um escritório de um grupo de empresas, o coordenador administrativo e financeiro, Walmon José, revela que, embora o receio de ser contaminado ainda seja muito forte, as medidas adotas pela empresa dão a segurança necessária para trabalhar. Porém, o processo de retorno ao presencial não foi fácil. “Eu e outros colegas de trabalho tivemos que resgatar algumas rotinas que estavam "perdidas" há quase 4 meses, o que acabou gerando atraso na produção e uma redução de aproximadamente 25% de produtividade”, revela.

Os protoclos impedem a retoamda da equipe em sua totalidade, já que é preciso manter 1,5 m de distância entre as estações de trabalho. “O uso de máscaras por tempo integral é obrigatório. Cada gerência das áreas que retornaram também estão responsáveis para evitar aglomerações dentro das salas ou em qualquer dependência da empresa. Na verdade, é de responsabilidade de todos evitar aglomeração ou pedir para quem estiver muito próximo se afastar. Foi entregue a cada colaborador um panfleto com instruções de comportamento e de como se proteger. Também foram fixados cartazes por toda empresa com alertas de como se precaver. Visitas de clientes também estão sendo evitadas”, conta.

Se as regras são rígidas para os escritórios, para os coworking, espaços que comportam várias empresas, são ainda mais. É o caso do Hub Plural. Alfredo Jr, diretor do espaço que funciona em três endereços distintos – Aflitos, Boa Viagem e Várzea – revela que a preparação para esse retorno começou com um rigoroso processo de sanitização de toda a estrutura. Além disso, por lá, o protocolo envolve. além do básico, como disponibilização de tokens de álcool em gel por todos os ambientes, horário de funcionamento reduzido. “Antes, funcionávamos das 7h às 20h. Agora, estamos das 8h às 18h. Nesse retorno, nem todas as empresas voltaram, apenas metade, mas logo irão retornar, pois não acredito que essa situação de medo irá perdurar", diz. para ele, logo vai existir uma vacina e tudo irá voltar ao normal. "Nem todos têm estrutra para home office. Muitos estão trabalhando em casa de forma improvisada”, afirma o empreendedor. Para Alfredo JR a, descentralização é uma tendência “Ao invés de você colocar todos os departamentos em um único local, coloca em espaços diferentes. Por isso, oferecer mais opções de espaço está entre a nossa meta", ressalta.  

“Antes mesmo da pandemia, já iríamos inaugurar mais duas unidades. A diferença é que antes a abertura estava programada para abril e agora vai acontecer em agosto. A do Recife Antigo no dia 3 e a dos Aflitos, no dia 17. “Eu acho que o novo normal de que tanto se fala é fazer sempre o dever de casa, que contempla todo o protocolo sanitário necessário para ficar tranquilo e desempenhar o seu trabalho da melhor forma e sem medo”, destaca o empreendedor.

 

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook