Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Tecnologia

Pernambuco ultrapassa 100 MW em Geração Distribuída


Por: REDAÇÃO Portal

Marca foi atingida nesta segunda-feira. Aplicativo Clarke ajuda a quem deseja gerar sua própria energia

Marca foi atingida nesta segunda-feira. Aplicativo Clarke ajuda a quem deseja gerar sua própria energia

Foto: Essa energia é produzida por 6.311 sistemas e chega a mais de 9 mil unidades consumidoras/Foto: Pixabay

05/10/2020
    Compartilhe:

Nesta segunda-feira (05), Pernambuco ultrapassou a marca de 100 MW de energia renovável produzida em Geração Distribuída. O dado é da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). No Nordeste, Pernambuco fica atrás do Ceará, com 144 MW, e da Bahia, com 129 MW, e é o 12º estado em geração distribuída no país.

.O consumidor brasileiro pode gerar a própria energia elétrica a partir de fontes renováveis (solar, eólica, etc.). Essa geração é a chamada de Geração Distribuída e pode acontecer em residências, pequenas indústrias e comércios. 

Leia também:  Crescimento na geração distribuída de energia causa preocupação

Ao todo, essa energia foi produzida por 6.311 sistemas. A maior parte composta por sistemas de energia solar. 

O estado, inclusive, se prepara para receber o maior complexo solar fotovoltaico do Brasil, na cidade de São José de Belmonte. A empresa Solátio Energia vai implantar ali dois projetos de usinas de energia solar no município, numa área de 2.282 hectares com capacidade para fornecer energia elétrica para 670.000 residências. A previsão é de que todas as usinas estejam funcionando em 2022. O investimento de R$ 3,5 bilhões no Sertão pernambucano foi anunciado em 2018. 

Gerar a própria energia pode ser vantajoso, sobretudo com sistemas de energia fotovoltaica (a energia solar). Em muitos casos, apesar de ter um grande investimento inicial, é possível encontrar uma linha de financiamento para facilitar a aquisição.

Pedro Rio, CEO da Clarke Energia, aplicativo que ajuda a economizar energia, tem acompanhando a geração distribuída com atenção. “Os dados referentes à geração distribuída ajudam a mostrar a evolução do número de empresas que estão adotando a estratégia de redução de custo”, diz o CEO da Clarke.

Empresas que buscam redução na conta de energia são o foco da Clarke. Com poucos meses de atividade, esta startup já conta com são quase três mil contas cadastradas em três estados (PE, BA, RN). Deste total, 880 são empresas que estão usando o aplicativo para reduzir custos.

As empresas que utilizam o Clarke Energia só pagam quando começam a economizar. O aplicativo também permite a quem deseja adotar geração própria, calcular o custo dos investimentos, indicando ainda linhas de crédito para viabilizar o negócio.

Serve para mim?                                                   

Para identificar se a energia solar é uma alternativa para sua casa ou sua empresa, a startup Clarke Energia, desenvolveu um teste gratuito, que pode ser feito pelo aplicativo (para Pernambuco, Bahia e Rio Grande do Norte) e pela web (para o restante do país). O diagnóstico é simples e rápido. Caso haja interesse, a empresa pode optar por contratar a Clarke para auxiliá-la nesse processo. 

Com suporte de Inteligência Artificial, o aplicativo identifica oportunidades de economia e quando acha um cliente com consumo ineficiente, oferece opções para economia. “O cliente usa o aplicativo gratuitamente, mas, se com nossa orientação consegue economizar, ele nos paga 20% sobre esse valor”, explica, Pedro, ressaltando que é filosofia da empresa não gerar despesa para os usuários. Fazemos as contas para gerar uma economia significativa", diz Pedro Rio, CEO da Clarke.
 

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook