Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Economia

Serviços em Pernambuco têm alta de 5,6% em junho


Por: REDAÇÃO Portal

O índice está ligeiramente acima da média brasileira, que chegou a 5%. PE está em 10º lugar entre as 21 unidades da federação que alcançaram números positivos para o mês

O índice está ligeiramente acima da média brasileira, que chegou a 5%. PE está em 10º lugar entre as 21 unidades da federação que alcançaram números positivos para o mês

Foto: Após meses de queda, setor de Serviços reage em Pernambuco/Foto: Arquivo ME

13/08/2020
    Compartilhe:

Juliana Albuquerque

Depois do Varejo pernambucano apresentar alta de 10,3% em junho em ralação a maio, segundo o IBGE,  foi a vez do setor de Serviços reagir. Após cinco meses consecutivos de resultados negativos, o setor de serviços em Pernambuco cresceu 5,6% em junho sobre maio, na série com ajuste sazonal.

O índice está ligeiramente acima da média brasileira, que alcançou 5% de crescimento. Pernambuco está em 10º lugar entre as 21 unidades da federação que alcançaram números positivos para o mês. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), realizada pelo IBGE.

No Brasil, dos seis estados que tiveram queda no volume do setor de serviços, apenas um, Sergipe (-0,2%), é do Nordeste. Por sua vez, Piauí (6%), Ceará (6,4%) e Maranhão (6,6%) tiveram retomadas mais expressivas que Pernambuco em junho. Outro destaque positivo entre as unidades da federação foi São Paulo, com uma recuperação de 5% frente a maio, após a implementação de medidas de distanciamento social ocasionadas pelo surgimento da Covid-19.

Embora Pernambuco tenha esboçado uma recuperação no setor de serviços, na variação entre junho e o mês anterior, o restante dos indicadores demonstram o tamanho da retração econômica dos últimos meses.

Na comparação entre os meses de junho de 2020 e junho de 2019, o volume de serviços recuou -22,9%, enquanto a queda, no Brasil, foi de – 12,1%, uma diferença de 10,8 pontos percentuais.

Das 27 unidades da federação, a única que teve resultados positivos nesse indicador foi Rondônia (1,3%), ao passo que PE marcou o quarto recuo mais acentuado do país, perdendo apenas para outros três estados nordestinos: Bahia (23,1%), Rio Grande do Norte (25,7%) e Alagoas (-33,1%).

Quando se trata do acumulado do ano, tomando como base todo o primeiro semestre, a PMS também detectou uma redução no volume de serviços em comparação ao mesmo período de 2019 acima da média nacional. O segmento, em Pernambuco, teve retração de -13,2%; no Brasil, a queda foi de -8,3%. O mesmo ocorreu no acumulado dos últimos 12 meses, em que o índice marcou – 6,7% em PE, contra -3,3% a nível nacional.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook