Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Economia

Startup cria passaporte imunológico para covid-19


Por: PATRÍCIA RAPOSO

A solução da HCA é voltada para ajudar empresas na retomada das atividades

A solução da HCA é voltada para ajudar empresas na retomada das atividades
16/06/2020
    Compartilhe:

Com objetivo de auxiliar as organizações na retomada da integração social após a quarentena, a startup HCA lançou uma solução homônima, a HCA (Health Control Assistant), que cria um  Passaporte Imunológico para a Covid-19.

Atuando no mercado global de Medical Devices, a HCA desenvolveu uma ferramenta que consiste numa plataforma onde os dados dos funcionários podem ser analisados a cada ciclo de 15 dias, dando uma visão ampla e precisa da curva de contaminação dentro das empresas.

“De posse de análises mais precisas, as decisões da gestão sobre o funcionário tendem a ser mais assertivas”, diz Paulo Pan, sócio e um dos desenvolvedores da solução. A ferramenta demandou investimentos da ordem de R$ 2 milhões, integrando triagem, teste, monitoramento e controle da Covid19.

“Entendemos a importância  do teste, mas é preciso saber fazer uso estratégico das informações”, ressalta Pan, esclarecendo que a plataforma foi criada para entender em que situação o colaborador pode estar, considerando que há larga ocorrência de casos assintomáticos ou com sintomas leves.

“Quando criamos a relação entre triagem e teste, passamos a monitorar e controlar a informação a partir de um mapa para ajudar a tomada de decisão”, explica. Isso permite, por exemplo, que o departamento de Recursos Humanos decida com mais segurança se um funcionário que apresenta sintomas de gripe deva ou não seguir trabalhando em home office.

Como cada empresa tem sua dinâmica, entender o seu histórico é fundamental para aplicação da solução, que se adapta a qualquer realidade. “Uma grande empresa de varejo, por exemplo, com lojas espalhadas em vários estados, pode ter um controle global com essa ferramenta, analisando dia a dia a situação da sua equipe”, diz Pan.  

Partindo de uma análise geral do histórico da empresa, a ferramenta passa a monitorar os funcionários com base nos exames realizados quinzenalmente. Em geral, as empresas têm plano de saúde que cobre o teste RT-PCR, mas não o teste rápido. A ferramenta inclui o teste rápido, que em geral é feito no ambiente da empresa. Com testes sendo feitos periodicamente, os dados passam a ser monitorados sistematicamente através de um diagrama que mostrará a curvatura da contaminação.

Sediada em São Paulo e com atuação nas áreas de Negócios, Esporte e Desenvolvimento Social, a HCA está operando a ferramenta para o time de futebol Corinthians e, de modo experimental, para Etiópia Air Lines.

Paulo Pan (E) e a equipe da HCA no estádio do Corinthians, que tem usado a ferramenta/Foto: HCA/ Divulgação

Não há custo para implantação, apenas a mensalidade de R$ 400,00 mensais por colaborador, o que envolve, para um ciclo de três meses, até 6 testes, recursos de telemedicina, monitoramento, controle, atendimento remoto por chat e vídeo, prontuário eletrônico com acesso online ao histórico dos colaboradores e aplicação correta dos testes rápidos e RT-PCR.

A ferramenta garante ao usuário um aplicativo com orientações (24x7) médicas, psicológicas, nutricionais e de enfermagem, além de acompanhamento da saúde em tempo integral. Em qualquer local, a qualquer hora do dia ou da noite, ele conta com um médico para garantir orientação segura através do smartphone, tablete ou computador. A estrutura de processos do HCA faz ainda uso de dados colhidos e aplicados por profissionais de saúde, cruzando informações com a ajuda da inteligência artificial.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook