Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Cultura

O álbum póstumo de Leonard Cohen

Ouvir

Por: Sandra Bittencourt

Thanks For The Dance reúne tribo indie

Thanks For The Dance reúne tribo indie
02/12/2019
    Compartilhe:

Récem-lançado Thanks For The Dance, de Leonard Cohen, tem uma história. Em 2016, poucas semanas antes de sua morte, o cantor e compositor canadense, lançou You Want It Darker . O registro , produzido em parceria entre Adam Cohen, filho do músico, conta agora com o complemento neste primeiro álbum póstumo do artista canadense, uma continuação do trabalho do mestre, como foi anunciado. O disco foi concebido a partir de canções que acabaram de fora do corte final de You Want It Darker, "esboços" que sobraram das sessões - nove composições inéditas recheadas de clima sentimental . Na verdade, este décimo quinto álbum de Cohen aconteceu diante de um pedido do próprio artista. Antes de morrer, em 2016, aos 82 anos, Cohen orientou o filho, Adam, para que finalizasse o material que sobrara do álbum lançado em outubro daquele ano. Sete meses depois, Adam convidou artistas para colaborarem no trabalho inédito, incluindo nomes da cena indie como Beck, Bryce Dessner (do The National), Richard Reed Parry (Arcade Fire), Damien Rice e Leslie Feist. Thanks for the Dance, dura pouco menos de meia hora, é o disco mais curto de Cohen. Um álbum para "acertar as contas da alma", como já foi dito. A grade poética é forte : Cohen se enfurece com Jesus e Karl Marx, lida com uma gravidez indesejada, fala de futuros perdidos e da satisfação que apenas a idade proporciona . Há levadas eletrônicas suaves, sintetizadores leves, percussão delicada, guitarras melodiosas. Sem esquecer os vocais murmurantes para emoldurar ternura e melancolia. Thanks For The Dance fecha com chave de ouro a discografia em registro de estúdio de Leonard Cohen. Para conferir o comentário completo acesse OUVIR.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook