Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Cultura

Plataforma Sesc Digital incorpora lançamentos do Selo Sesc

Ouvir

Por: Sandra Bittencourt

Homenagem a Jackson do Pandeiro é o primeiro título

Homenagem a Jackson do Pandeiro é o primeiro título
19/05/2020
    Compartilhe:

Uma ótima novidade. A Plataforma Sesc Digital  (sescsp.org.br/sescdigital ) incorpora agora os lançamentos do selo Sesc. São registros sonoros de shows emblemáticos ocorridos nas unidades do Sesc São Paulo com boa qualidade de captação, mixagem e masterização, e que, inclusive, já eram distribuídos pelas plataformas de streaming. Agora saem na frente.

O primeiro álbum disponibilizado é uma homenagem antecipada a Jackson do Pandeiro, por conta de seu centenário , e tem por título - “Toada Improvisada - Jackson do Pandeiro 100 Anos”.  Dessa forma, o violinista francês Nicolas Krassik, a cantora espanhola Irene Atienza e os brasileiros Junio Barreto, Silvério Pessoa, Mariana Aydar e Targino Gondim transformam o repertório de cocos, rojões, sambas e frevos do Rei do Ritmo em uma ‘Toada Improvisada’ com 21 releituras registradas ao vivo pelo Selo Sesc em agosto de 2019, no palco do Sesc Santana.

O violino de Nicolas Krassik dá início à homenagem ao grande ritmista brasileiro , ao lado do violão 7 cordas de Gian Correa, da sanfona de Cosme Vieira e da percussão de Kabé Pinheiro. Eles interpretam os clássicos "O Canto de Ema", "Sebastiana" e "Meu Enxoval" . Ouvimos a voz personalística de Junio Barreto nos forrós "Morena Bela" e "Tum, Tum, Tum" e no samba "Lágrima". Logo depois, o sotaque flamenco da cantora espanhola Irene Atienza nas canções "Bodocongó", "Forró de Surubim", "Chiclete com Banana" e "Na Base da Chinela". Mariana Aydar vai de forró, samba e MPB com "Casaca de Couro", "Capoeira Mata Um" e "A Ordem é Samba". O sanfoneiro Targino Gondim, acompanhado de guitarra, baixo e bateria, esquenta o clima nas faixas "Amor de Mentirinha", "Tem Pouca Diferença" e "O Canto de Ema". E o pernambucano Silvério Pessoa, praticamente um especialista em Jackson do Pandeiro, revisita os frevos e a música da Zona da Mata nordestina em "Um a Um", "Papel Crepom", "Cabeça Feita" e "Micróbio do Frevo". Por fim, todos se juntam em uníssono para celebrar a "Cantiga do Sapo" e ainda o clássico "Sebastiana".

Temos aqui uma bela homenagem ao icônico  Jackson do Pandeiro , compositor que atravessou fronteiras culturais durante os 62 anos de vida. Jackson promoveu diálogos na MPB e influenciou artistas de diversos gêneros como Gilberto Gil, Alceu Valença, Genival Lacerda, Hermeto Pascoal, Chico Science, João Bosco, Guinga, entre muitos outros. “Toada improvisada – uma homenagem a Jackson do Pandeiro”, com direção artística de Alessandro Soares, é um significativo registro contemporâneo sobre a obra do mestre . Para conferir o comentário completo acesse OUVIR.

 

 

 

 


 

 

 


 


 


 

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook