Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Economia

Consumo do brasileiro cresceu 2,89% em outubro, aponta Abras


Por: REDAÇÃO Portal

A alta pode ser atribuída ao aumento de novas lojas e promoções

A alta pode ser atribuída ao aumento de novas lojas e promoções

Foto: Reprodução / G1

01/12/2023
    Compartilhe:

O consumo nos lares brasileiros, monitorado pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras), teve um aumento de 2,89% em outubro, em relação ao mês anterior, com crescimento de 0,61% em comparação com outubro do ano passado. No acumulado do ano, a alta é de 2,64%. O resultado abrange diversos formatos de lojas e é ajustado pelo  Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

De acordo com o vice-presidente da Abras, a alta pode ser atribuída ao aumento de novas lojas e promoções. “As atividades promocionais tradicionalmente se intensificam no segundo semestre, combinados com renda mais estável e a menor variação nos preços da cesta de abastecimento dos lares”. De janeiro a novembro, entraram em operação 573 lojas, das quais 306 são novas e 267 reinauguradas. Os principais formatos de lojas são os supermercados (185) e os atacarejos (121).

Apesar do aumento em outubro, houve quedas nos preços nos últimos meses, especialmente em produtos como óleo de soja, feijão, cortes bovinos, frango congelado e leite longa vida. A cesta de 35 produtos teve um aumento de 0,10% em outubro, destacando-se altas em itens como batata, cebola, arroz e carne bovina (corte traseiro). Por outro lado, a cesta de lácteos registrou a maior retração, com queda de 5,48%. 

Na categoria de produtos básicos, houve quedas em feijão, óleo de soja e café, enquanto proteínas como ovos e carne bovina (corte do dianteiro) mantiveram a tendência de queda nos preços. Em higiene e beleza, sabonete e xampu tiveram quedas, enquanto papel higiênico e creme dental aumentaram. Em relação aos produtos de limpeza, houve recuo em sabão em pó, detergente líquido para louças e água sanitária.

Ouça a nota da repórter Clara dos Anjos clicando no play acima.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook