Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Política

"Eu não tenho o que falar sobre Abin", afirma Bolsonaro em entrevista à CBN Recife

Ouvir

Por: REDAÇÃO Portal

A agência é alvo de apuração sobre uma suposta organização criminosa, que monitorava, durante o governo de Jair Bolsonaro, adversários do ex-presidente e de sua família

A agência é alvo de apuração sobre uma suposta organização criminosa, que monitorava, durante o governo de Jair Bolsonaro, adversários do ex-presidente e de sua família

Foto: Reprodução/ G1

21/02/2024
    Compartilhe:

Questionado sobre as investigações da Polícia Federal que apuram a atuação de um programa que a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) utilizava para monitorar a localização de alvos pré-determinados, o ex-presidente Jair Bolsonaro negou a existência de uma suposta "Abin paralela".

O uso indevido da Abin teria ocorrido quando o órgão era chefiado por Alexandre Ramagem, que é aliado de Bolsonaro, e fornecido informações ao vereador Carlos Bolsonaro. O filho do ex-presidente é alvo por suspeita de ser um dos destinatários das informações levantadas de forma clandestina.

O ex-presidente confrontou a existência de uma possível lista de envolvidos. Segundo ele, o sistema é limitado.

A agência é alvo de apuração sobre uma suposta organização criminosa, que monitorava, durante o governo de Jair Bolsonaro, adversários do ex-presidente e de sua família. Entre as autoridades espionadas estavam os ministros do STF, Alexandre de Moraes e Gilmar Mendes, a ex-deputada Joice Hasselmann, o ex-governador do Ceará e atual ministro da Educação, Camilo Santana (PT), e o ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia.

Confira as informações com o repórter Guilherme Camilo, clicando no 'play' acima.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook