Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Policial

Falta de manutenção causou acidente no Mirabilandia, aponta perícia


Por: REDAÇÃO Portal

A atração funcionava com balanços presos a uma estrutura que subiam até 12 metros de altura.

A atração funcionava com balanços presos a uma estrutura que subiam até 12 metros de altura.

Foto: Reprodução/ TV Globo

25/11/2023
    Compartilhe:

O laudo da perícia que avaliou o brinquedo do qual a professora de inglês Dávine Muniz Cordeiro foi arremessada, no parque diversões Mirabilandia, em Olinda, concluiu que o acidente foi provocado pela corrosão dos elos das correntes que sustentam o balanço dos brinquedos. Segundo o Instituto de Criminalística, houve falta de manutenção no material que apresentava "desgaste visivel", apontando a responsabilidade do parque de diversões e da fabricante do equipamento.

A atração funcionava com balanços presos a uma estrutura que subiam até 12 metros de altura. O acidente ocorreu dia 22 de setembro no brinquedo "wave swinger". A perícia foi realizada no dia do acidente e finalizada no dia 27 de setembro. Durante a interdição do parque, a direção enviou ao Instituto de Criminalística documentos referentes à manutenção dos equipamentos instalados no local.

A defesa do parque disse que a perícia cometeu "erros graves" e que vai aguardar a conclusão do inquérito policial.

No entanto, de acordo com o laudo, assinado pelo perito criminal Vinicius Nogueira Trajano e revisado pelo também perito Onésio Carlos Pessoa Ximenes, o manual da fabricante apresentado pelo parque não contém "informações suficientes sobre a periodicidade, ensaios e procedimentos de manutenção preventiva e corretiva do brinquedo".

No documento, os profissionais afirmam ainda que, embora tenham solicitado, não receberam do parque os relatórios de manutenção e inspeção do brinquedo.

Dávine Muniz segue internada em estado grave na UTI de um hospital particular no Recife. O parque ficou interditado por 40 dias e o brinquedo foi desmontado.

Informações coma repórter Ana Júlia Duarte 

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook