Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Política

MPPE pede que vereador do Cabo exonere namorada com cargo comissionado


Por: REDAÇÃO Portal

No entendimento do órgão, a contratação se deu por vínculo afetivo e não por competência da funcionária para o cargo.

No entendimento do órgão, a contratação se deu por vínculo afetivo e não por competência da funcionária para o cargo.

Foto: Reprodução/TV Globo

22/12/2019
    Compartilhe:

O Ministério Público de Pernambuco recomendou que o vereador Carlos José Mendes, o 'Galego da Farmácia' (PSB), do município do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, exonere a namorada dele, que ocupa cargo comissionado em seu gabinete. De acordo com o portal da transparência da Câmara, Ingrid Sthefanne do Nascimento, recebe salário bruto de R$12 mil.

De acordo com o MP, o próprio vereador confirmou a contratação, mas disse que não se trata de nepotismo, por, nas palavras dele, não haver parentesco por afinidade. Ao órgão, a funcionária confirmou o vínculo e que exerce o cargo de assessora parlamentar mesmo tendo segundo grau completo e nenhuma experiência profissional anterior, o que corrobora a tese de que a mulher não foi escolhida por formação profissional.

A recomendação, assinada pela promotora Alice de Oliveira Morais pede que Ingrid seja exonerada de imediato e que o vereador se abstenha de nomear para funções parlamentares pessoas com ele tenha algum vínculo afetivo ou parentes próximos. Em caso de recusa, o MPPE vai acionar a justiça e Galego da Farmácia vai responder por improbidade administrativa.  

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook