Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Acontece

Pela primeira vez, TJPE cria comissão de heteroidentificação

Ouvir

Por: REDAÇÃO Portal

A primeira atuação da comissão vai ser no Exame Nacional da Magistratura (Enam)

A primeira atuação da comissão vai ser no Exame Nacional da Magistratura (Enam)

Foto: Marlon Costa

28/02/2024
    Compartilhe:

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) anunciou que vai contar, pela primeira vez na história, com uma Comissão de Hetereoidentificação própria. O grupo será formado por cinco membros titulares e cinco suplentes, sendo todos os integrantes negros. A comissão de Hetereoidentificação tem o trabalho de verificar a veracidade das informações de pessoas que se candidataram em vagas através das cotas raciais e se autodeclararam pretas, pardas ou indígenas. 

A primeira atuação da comissão vai ser no Exame Nacional da Magistratura (Enam). De acordo com o TJPE, os candidatos que se autodeclararem pretos precisam solicitar a validação desta condição à comissão, mediante envio de fotografia e preenchimento de formulário eletrônico. A comissão vai avaliar características físicas, como cabelo, tom de pele, nariz e boca e não vai levar em consideração relações de parentesco. 

O TJPE afirmou que os integrantes da comissão são magistrados e servidores, além de cidadãos indicados pelo Núcleo de Política de Educação das Relações Etnico-raciais (Erer) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). 

Ouça a nota da repórter Aline Melo no 'Play' acima. 

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook