Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Saúde

Pernambuco terá mais de 100 leitos de internação pediátrica

Ouvir

Por: REDAÇÃO Portal

A iniciativa conta com um investimento de R$ 9 milhões por mês

A iniciativa conta com um investimento de R$ 9 milhões por mês

Foto: Hesíodo Goés/Secom.

27/02/2024
    Compartilhe:

O Governo de Pernambuco anunciou a criação de mais de 100 leitos pediátricos para minimizar o impacto da demanda de internamentos. A ação faz parte do Plano de Contingência das Doenças Respiratórias Sazonais na Infância para o ano de 2024, que tem  o objetivo de determinar ações para garantir a rápida detecção e resposta aos casos de vírus respiratórios que atingem principalmente crianças. De acordo com a governadora Raquel Lyra, a iniciativa conta com um investimento de R$ 9 milhões por mês para garantir o material humano e os insumos necessários. 

De acordo com a Secretaria de Saúde de Pernambuco, entre os meses de março a julho, as doenças do sistema respiratório foram a principal causa de internação de crianças no Estado em 2023. Ao todo, foram registrados 2,6 mil casos da Síndrome Respiratória Aguda Grave em crianças de 0 a 12 anos de idade. Dos casos notificados, foi possível identificar o agente etiológico em 686 deles. 

O Plano também vai contemplar mobilizações para que a população adote medidas preventivas, como a vacinação contra a Influenza, pneumococos e Covid-19. Além disso, também vai contar com um painel de monitoramento da ocupação de leitos, na divulgação de campanhas de conscientização da população, capacitação de profissionais de saúde e a realização de atendimentos por teleinterconsulta.

A secretária de Saúde Zilda Cavalcanti ressaltou que “esse plano vai atuar nas medidas de prevenção, preparando o sistema de saúde para atender essa demanda de um aumento dos casos mais graves de gripe, em crianças. Uma série de ações como o uso de medicação nos bebês recém-nascidos e prematuros, o aumento leitos de enfermaria e de UTI serão realizadas em todo o Estado. Existe um plano de ação, inclusive, no atendimento da atenção primária, da enfermaria, do hospital, na telessaúde, para atender esse público infantil que deve receber um cuidado adicional nesse período”.  

Ouça a nota da repórter Aline Melo no 'Play' acima. 

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook