Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Brasil

Presídios federais vão ter reconhecimento facial e muralhas

Ouvir

Por: REDAÇÃO Portal

Medida será implementada após o episódio da fuga de dois detentos da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte

Medida será implementada após o episódio da fuga de dois detentos da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte

Foto: G1/divulgação

16/02/2024
    Compartilhe:

Após o episódio da fuga de dois detentos da Penitenciária Federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, anunciou uma série de medidas para o fortalecimento da segurança nas penitenciárias federais de segurança máxima. Entre as ações anunciadas estão a de modernização do sistema de videomonitoramento dos cinco presídios federais de segurança máxima e um reforço nas muralhas.

O especialista em segurança pública, Isaac Luna, aponta que a deficiência apresentada nas penitenciárias federais e estaduais demonstra um domínio de grupos criminosos.

Outra alternativa que foi apresentada pela pasta é o envio de recursos, por meio do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen), para que muralhas sejam construídas ao redor de todos os presídios federais.

Isaac Luna, especialista em segurança pública destaca o debate como alternativa para ações no serviço penitenciário brasileiro.

Além dessas medidas que foram encontradas para controlar o acesso dos presídios federais, na busca do aperfeiçoamento do sistema de segurança, sistemas de alarmes e sensores também devem ser implantados, tal como, a nomeação de 80 policiais penais aprovados em concurso público, para atuar nas cinco unidades penitenciárias sob administração federal, sendo que parte dos convocados será encaminhado para Mossoró, onde dois detentos protagonizaram a primeira fuga na história do sistema penitenciário federal.

Confira as informações com o repórter Guilherme Camilo, clicando no 'play' acima.
 

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook