Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Policial

Na contramão nacional, taxa de assassinatos cresce 5,3% em Pernambuco no ano de 2023

Ouvir

Por: REDAÇÃO Portal

O Estado, também contrariando o índice nacional, registrou um aumento de 30,43% das mortes em confronto com policiais.

O Estado, também contrariando o índice nacional, registrou um aumento de 30,43% das mortes em confronto com policiais.

Foto: Divulgação/ Via G1

01/02/2024
    Compartilhe:

Pernambuco registrou um aumento significativo no número de homicídios em 2023, segundo dados divulgados pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. No total, foram 3.510 homicídios dolosos, quando existe a intenção de matar, feminicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte no Estado. Esse número equivale a 5,3% a mais que em 2022.

Amapá (45,5%), Rio de Janeiro (6,1%), Alagoas (2,2%) e Maranhão (1,8%), também registraram alta, indo na contramão da tendência nacional, que apresentou queda. 

O especialista em segurança pública, Isaac Luna destaca que apesar da variação que Pernambuco apresenta durante os anos, o número ainda é alto.

No total, o Brasil somou 40.464 homicídios dolosos, feminicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. Em 2022, o número apontado foi de 42.190, representando uma redução de 4%.

Isaac Luna ainda afirma que uma estratégia para diminuir esse índice deve ser feito pelo poder público.

O ministério também apresentou outro dado importante, que foram as mortes em confronto com policiais. Pernambuco, novamente contrariando o índice nacional, registrou um aumento de 30,43%. Pelo menos 120 pessoas morreram em confrontos com agentes de segurança. No ano de 2022 foram 92 assassinatos. O Brasil, no entanto, registrou queda de 2,31%.

A divulgação ocorreu de forma antecipada pelo governo federal, visto que o anúncio marcou o último compromisso público de Flávio Dino no cargo. Ele assumirá, no dia 22 de fevereiro, uma cadeira no Supremo Tribunal Federal (STF), enquanto Ricardo Lewandowski assume como ministro na pasta.

Confira as informações com o repórter Guilherme Camilo, clicando no 'play' acima.
 

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook