Carregando
Recife Ao Vivo

CBN Recife

00:00
00:00
Saúde

Vacinação contra a dengue começa em fevereiro, em 521 municípios brasileiros

Ouvir

Por: REDAÇÃO Portal

São 37 regiões de saúde consideradas endêmicas

São 37 regiões de saúde consideradas endêmicas

Foto: Reprodução - Via G1

25/01/2024
    Compartilhe:

O Ministério da Saúde anunciou que a vacinação contra a dengue começará em fevereiro em 521 municípios brasileiros pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Essas cidades fazem parte de 37 regiões, que segundo a pasta, são consideradas endêmicas para a doença. 

Os critérios de seleção incluem municípios de grande porte, com mais de 100 mil habitantes; registros de alta transmissão de dengue em 2023-2024; e predominância do sorotipo 2. Dezesseis estados e o Distrito Federal têm cidades que atendem a esses requisitos. Pernambuco não entrou nessa lista.

A vacinação será direcionada a crianças e adolescentes de 10 a 14 anos, faixa etária que concentra maior número de hospitalizações por dengue. Os números mostram que, de janeiro de 2019 a novembro de 2023, o grupo respondeu por 16,4 mil hospitalizações, atrás apenas dos idosos, grupo para o qual a vacina não foi autorizada.

De acordo com a pasta, a primeira remessa de 757 mil doses chegou na última semana, sendo parte de um total de 1,32 milhão de doses fornecidas pela farmacêutica. Outra remessa de mais de 568 mil doses está prevista para fevereiro. O esquema vacinal consiste em duas doses com um intervalo de três meses. 

O Brasil é o primeiro país do mundo a oferecer o imunizante no sistema público. A VACINA, produzida pelo laboratório Takeda, foi incorporada ao SUS em dezembro do ano passado após análise da Conitec. O Ministério da Saúde adquiriu um total de 5,2 milhões de doses para 2024, com 9 milhões de doses já contratadas para 2025.

Confira abaixo as cidades selecionadas:

Estados selecionados para vacinação: Roraima, Amazonas, Acre, Tocantins, Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais, Espírito Santo,  Mato Grosso do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina.

Ouça a nota da repórter Clara dos Anjos clicando no play acima.

Notícias Relacionadas

Comente com o Facebook